Cristais do labirinto. Já ouviu falar?

Atualizado: Jun 20


Dia 22 de abril é o dia da tontura e o Departamento de #Otoneurologia da ABORLCCF criou a semana da tontura, que este ano está na sua 3ª. edição. O tema escolhido esse ano é “Conheça os cristais do seu labirinto”.


Você sabe o que são os cristais do labirinto? Ao menos sabia que eles existem dentro do ouvido e podem ser uma das causas de tontura? Sim, tem partículas no labirinto formadas de carbonato de cálcio e que são chamadas de cristais. Elas estão presentes “compartimentos” chamados órgãos otolíticos, especificamente o #sáculo e o #utrículo. Eles são responsáveis em perceber principalmente as acelerações lineares do corpo, verticais e horizontais, respectivamente. Portanto, se entrássemos num elevador, de olhos vendados, eles seriam os principais sensores responsáveis em informar a direção: subindo ou descendo.


Acontece que, por alguma razão, estes “cristais” podem se deslocar e migrar para partes diferentes do labirinto e atrapalhar o bom funcionamento destes outros sensores. Eles são os canais semicirculares e tem a capacidade e função de detectar os movimentos angulares do corpo e da cabeça e informar ao sistema nervoso central (SNC). Para investigar a presença dos “cristais” nos canais semicirculares, são realizadas manobras específicas de #posicionamento do corpo e da cabeça que avaliam sinais e sintomas do indivíduo, provocando tontura e sensação de rotação e desencadeiam movimentos oculares chamados de #nistagmo, observados pelo examinador.

O otorrinolaringologista #otoneurologista e o #fonoaudiólogo audiologista são os profissionais especialistas que mais atuam nesta área pela sua formação aprofundada nas funções da orelha interna, também chamada de labirinto, porque a tontura frequentemente está associada aos sintomas auditivos, como #zumbido ou dificuldade para ouvir. Neste caso específico de deslocamento dos cristais, a tontura é denominada de Vertigem Posicional Paroxística Benigna (VPPB), e os sintomas podem ou não estar relacionados a perda auditiva. O diagnóstico é realizado pelo médico, que faz uma investigação buscando informações dos episódios, de hábitos, geralmente faz testes e pode solicitar exames.


Frequentemente a vertigem causada pela VPPB é popularmente chamada de #labirintite, mas na verdade é uma #vestibulopatia que pode ser consequência de um trauma, #queda ou acidente com uma batida forte na cabeça. Porém, pode também ser desencadeada de forma secundária a outra alteração de base ou outros tipos de #labirintopatias, como por exemplo, doença de #Meniere e #migrânea vestibular, ou por consequência de alterações #metabólicas, com grande variação e picos de glicose mesmo em não-diabéticos, estresses e crises de ansiedade, alteração hormonal, deficiência de vitaminas, alterações vasculares, etc. Mesmo o diagnóstico sendo clínico, geralmente o médico acaba pedindo diversos exames, sejam eles de sangue, imagem e de função vestibular. O mais comum é o exame otoneurológico completo, realizado por médicos ou fonoaudiólogos e avalia a função auditiva e vestibular com provas #posicionais e #posicionamento, #oculomotricidade e prova calórica.


O tratamento para reposicionar os “cristais” no labirinto é um procedimento realizado pelo médico ou fonoaudiólogo especialista, que vai executar as manobras de reposicionamento de acordo com o diagnóstico e avaliação. A VPPB normalmente tem bom prognóstico, mas podem ocorrer recidivas ou ainda apresentar complicações e por isso é imprescindível a prescrição médica. Estas complicações podem ser causadas por limitações de movimentos e posicionamentos inadequados, por alterações estruturais e anatômicas do indivíduo ou por diagnósticos equivocados. Outras doenças, algumas até mais graves, podem apresentar os mesmos sintomas ou muito parecidos com os sintomas da VPPB. Portanto, é muito importante o acompanhamento médico e que haja interdisciplinaridade entre #otorrinolaringologistas, #fonoaudiólogos, e profissionais afins, para que esta interação resulte na melhora efetiva dos pacientes e diminuição significativa dos sintomas.

Parabéns a todos os profissionais que se dedicam à esta área de atuação, proporcionando alívio, segurança e qualidade de vida aos seus pacientes.


Por Cleiton Fortes

CRFa.2-16967


#tontura #vertigem #VPPB

#Labirinto #tontura_ao_deitar

#Dix_Hallpike #Epley

#manobras_de_reposicionamento

#dia_da_tontura

175 visualizações

FALE CONOSCO:

 

Central de Agendamento

   Telefone: (11) 93392-6028
   WhatsApp: (11) 93392-6028

 

Horário de agendamento

   Segunda à sexta-feira das 8h30 às 17h30

 

E-mail

   contato@fonotom.com.br

Horário de atendimento presencial:

   Segunda à sexta-feira, das 08h30 às 20h30h

   Quando aos sábados, das 8h30 às 14h.

Endereço:

   Avenida Angélica, 1968 sala 64 - Higienópolis,

   São Paulo - SP, 01228-200

Próximo à linha amarela do Metrô, entre as estações Mackenzie e Paulista.

  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • YouTube ícone social
  • LinkedIn ícone social

© 2019 por Fonotom