Dificuldades para ouvir bem? Prótese auditiva pode ser a solução

Atualizado: Jun 29

A diminuição da audição pode ser, literalmente, um inimigo silencioso. É normal que a idade ou outros fatores nos levem a ter dificuldades para ouvir bem. Aos poucos, vamos deixando de entender uma parte da novela, uma parte da piada dos amigos ou o trecho daquela música que estamos acostumados. Se você está conversando em uma sala com uma pessoa e começa a não entender algumas frases é hora de buscar ajuda de um médico otorrino.

Adaptação de Próteses Auditivas multi marcas na Fonotom

A queixa mais comum do paciente quando começa a perder a audição é: Escuto mas não entendo. E essa afirmação está correta, já que a perda auditiva parcial faz com que o paciente escute de fato muitas coisas, mas acabe perdendo informações importantes da fala.

Assim que as dificuldades para ouvir bem surgem o primeiro passo é realizar uma avaliação audiológica. São três exames simples e indolores : audiometria tonal, audiometria vocal e imitanciometria, Com a avaliação completa em mãos, deve-se realizar um diagnóstico da perda auditiva junto ao médico otorrinolaringologista. Desta forma, sabemos qual o grau e o melhor tratamento para a perda de audição.

Em alguns casos pode-se proceder com tratamento cirúrgico ou medicamento. Mas para todos os outros existe uma solução simples e eficaz: a reabilitação com adaptação de próteses auditivas.


Como o próprio nome diz, o trabalho consiste na adaptação do paciente com dificuldades para ouvir bem, utilizando aparelhos auditivos. E como fazemos isso?

Quem responde é a fonoaudióloga Andrea Soares, da FONOTOM. A profissional conta com 16 anos de experiência na área de reabilitação auditiva e cursos internacionais de atualização em Audiologia.

“Após o diagnóstico da perda auditiva iniciamos a escolha do aparelho auditivo que o paciente irá usar, considerando o grau e tipo da perda de audição, as necessidades auditivas no dia a dia, habilidades motoras para manuseio do aparelho, custo e estética” – explica Andrea. Uma preocupação dos pacientes é com a estética da prótese, que seja confortável e que possua um valor que caiba no orçamento. “Os aparelhos auditivos evoluíram muito e temos ótimas opções no mercado, quase imperceptíveis e com alta tecnologia. É possível atender todos os gostos” – complementa.

Para ajudar na escolha é essencial contar com a consultoria de um fonoaudiólogo especializado em próteses auditivas. Após a definição do melhor tipo de aparelho auditivo, é este profissional quem irá realizar a correta programação e posteriormente a experiência domiciliar. “É essencial que o paciente experimente o uso da prótese em casa, no dia a dia, para observar o seu real benefício” – lembra Andrea.

A próxima etapa para abandonar as dificuldades para ouvir bem é fazer novos ajustes na regulagem do aparelho auditivo.

Existem muitas dúvidas em relação ao uso da prótese auditiva. Como saber qual a melhor? Qual a diferença entre uma tecnologia e a outra? Preciso usar nos 2 ouvidos? Um ouvido meu não ouve nada será que tem solução? E meu zumbido, vai melhorar? Todas essas perguntas poderão ser respondidas na primeira consulta com o fonoaudiólogo. Ele é o profissional indicado para que o paciente se sinta seguro para a compra do aparelho auditivo, evitando investir em um modelo que não irá usar.

É importante lembrar que muitos estudos comprovam que quanto antes iniciar o processo de reabilitação da perda auditiva melhor será o desempenho. Outro ponto fundamental é que a privação sensorial causada por perda auditiva pode agravar o processo de demência e zumbido. Por isso, nada de deixar para depois. Assim que perceber os primeiros sinais de dificuldades para ouvir bem procure seu médico e peça pelos exames citados. A audição é parte importante da nossa qualidade de vida e influencia no bem-estar geral do nosso organismo. O quanto antes iniciarmos o tratamento, melhor será a reabilitação.

Hoje, com a tecnologia disponível no mercado e com exames cada vez mais precisos, ninguém mais tem problemas em usar uma prótese auditiva. Basta buscar por um profissional que lhe dê o suporte correto nessa jornada de voltar a ouvir bem.

Está com dificuldades para ouvir bem? Então nada de perder tempo. Busque a ajuda dos profissionais da FONOTOM e agende sua avaliação.


Foto: Fonotom

FALE CONOSCO:

 

Central de Agendamento

   Telefone: (11) 93392-6028
   WhatsApp: (11) 93392-6028

 

Horário de agendamento

   Segunda à sexta-feira das 8h30 às 17h30

 

E-mail

   contato@fonotom.com.br

Horário de atendimento presencial:

   Segunda à sexta-feira, das 08h30 às 20h30h

   Quando aos sábados, das 8h30 às 14h.

Endereço:

   Avenida Angélica, 1968 sala 64 - Higienópolis,

   São Paulo - SP, 01228-200

Próximo à linha amarela do Metrô, entre as estações Mackenzie e Paulista.

  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • YouTube ícone social
  • LinkedIn ícone social

© 2019 por Fonotom