Exposição frequente a ruídos pode causar perda auditiva

Atualizado: Jun 1


Barulho excessivo e constante pode afetar a saúde do seu ouvido

É fato que muitas profissões trazem consigo uma infinidade de ruídos. Muitos deles ultrapassam os 85 decibéis (dB), nível máximo indicado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para evitar danos ao sistema auditivo. A exposição frequente a ruídos pode levar a perda auditiva, além de zumbido, estresse e outras consequências.



E não é só no trabalho que precisamos ficar atentos ao nível de ruídos. A modernidade trouxe consigo uma nova gama de equipamentos, que lutam contra o silêncio. Trânsito, aviões, academias, obras e pistas de dança maltratam nossos ouvidos diariamente na vida urbana. Segundo a OMS, 55 dB é considerado um som confortável ao ouvido humano. Porém, em grandes metrópoles este nível sonoro é quase impossível de encontrar.

O que muita gente não sabe é que a exposição frequente a ruídos pode estar prejudicando a sua audição de forma progressiva. Seja por conta do ambiente que nos cerca ou da profissão que exercemos, o acúmulo diário de barulho excessivo pode levar até a surdez.

Muitos profissionais sofrem exposição frequente a ruídos intensos no ambiente de trabalho, sem imaginar os danos causados aos seus ouvidos. Músicos, garçons, cabeleireiros, dentistas, motoristas, professores de academia, e muitos outros cargos podem expor constantemente o indivíduo a uma faixa superior aos 85 dB.



De acordo com a fonoaudióloga Andrea Soares (CRFa-2-11424), sócia da CLÍNICA FONOTOM, “além da perda auditiva, um dos sintomas comuns relatados por aqueles que estão expostos ao ruído é o Zumbido”. Segundo a especialista, “o zumbido é um som interno que não está relacionado ao ambiente e só pode ser ouvido pelo próprio paciente”. A profissional explica ainda que “esse sintoma tem diversas causas e a mais comum é, justamente, a exposição frequente a ruídos”. Andréa ainda completa que ”sempre que há presença de zumbido é sinal de que algo não está bem no corpo humano e, na maioria das vezes, a causa denuncia o início da perda de audição”.

Outro fator que surgiu com a modernidade e afeta diretamente os mais jovens são os aparelhos de MP3 e os fones de ouvido. Aquela música que você adora e gosta de ouvir no último volume pode não ser tão inofensiva quanto parece. Pesquisas apontam para o aumento do número de adolescentes com zumbido. O motivo, claro, é o uso do volume excessivo nesses aparelhos, muito acima do que recomenda a OMS.


Prevenir é fácil

Por falta de orientação, muitos profissionais que sofrem exposição frequente ao ruído acabam desenvolvendo problemas, simplesmente por não saberem que existem protetores auditivos. Esses protetores são facilmente encontrados no mercado e possuem um papel importante na prevenção da perda auditiva.


Segundo Andrea Soares, “atualmente existem protetores específicos para cada necessidade. Eles oferecem conforto e eficiência no mesmo produto e ajudam na redução do som. Melhor ainda: sem distorção. Ou seja, a tecnologia desse produto permite um melhor desempenho na comunicação e, principalmente, a execução de suas atividades, sem dano algum”.


Com a evolução tecnológica, associada a pesquisas médicas avançadas, atualmente dispomos de protetores auditivos para todas as necessidades. “O modelo projetado para músicos, por exemplo, possui um filtro específico que não altera a qualidade do som”, conta a fonoaudióloga.


Protetor auditivo personalizado Fonotom

O que fazer?

Se você realiza atividades com exposição frequente a ruídos ou percebe algum tipo de zumbido ou dificuldade em escutar é importante buscar ajuda de um fonoaudiólogo. Com a quantidade exagerada de barulho a que estamos expostos nos dias atuais é fundamental a realização de exames auditivos periodicamente. Quanto mais cedo você descobrir um problema auditivo, melhor será para a saúde do seu ouvido. Assim, você consegue manter a sua qualidade de vida.

Vale lembrar que a perda de audição é irreversível. A única forma de reabilitar a perda induzida por ruídos é com o uso de prótese auditiva. A audição é um dos principais sentidos do homem. Ela influencia diretamente na nossa capacidade de nos comunicarmos e principalmente entender o que acontece e diz o mundo ao nosso redor. Por isso, torna-se essencial cuidar bem dos seus ouvidos e procurar um especialista para fazer exames de rotina.

Seja nas grandes cidades ou no trabalho diário, é importante manter-se atento. O excesso de ruídos é um perigo silencioso!

E você? Já realizou uma audiometria para saber como anda a saúde dos seus ouvidos?


Fotos: Reprodução, Fonotom


25 visualizações

FALE CONOSCO:

 

Central de Agendamento

   Telefone: (11) 93392-6028
   WhatsApp: (11) 93392-6028

 

Horário de agendamento

   Segunda à sexta-feira das 8h30 às 17h30

 

E-mail

   contato@fonotom.com.br

Horário de atendimento presencial:

   Segunda à sexta-feira, das 08h30 às 20h30h

   Quando aos sábados, das 8h30 às 14h.

Endereço:

   Avenida Angélica, 1968 sala 64 - Higienópolis,

   São Paulo - SP, 01228-200

Próximo à linha amarela do Metrô, entre as estações Mackenzie e Paulista.

  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • YouTube ícone social
  • LinkedIn ícone social

© 2019 por Fonotom